quinta-feira, 3 de março de 2011

Trabalhando o Esquema Corporal e os Órgãos de Sentidos (em construção)

Baseado no projeto http://www.projetospedagogicosdinamicos.kit.net (fonte)

Objetivos:
No final do projeto os alunos deverão ser capazes de:

• Identificar todas as partes do corpo;
• Conhecer as partes do corpo;
• Reconhecer os sentidos;
• Identificar e diferenciar as partes do próprio corpo com as partes do corpo dos amigos;

O professor deverá:

• Estimular as crianças a: rolar, agarrar, sentar, engatinhar, andar em um pé só, andar sobre linhas – Trabalhando assim atividades de Psicomotricidade;
• Estimular o raciocínio e a atenção;
• Estimular a Socialização
• Estimular as crianças a explorar todos os 5 sentidos de forma abrangente.

Culminância:
• Ginástica orientada com músicas;
• Montagem de um mural e de dois bonecões para brincar e enfeitar a sala de aula.


Fase 1:

Esquema Corporal

Na “rodinha”:

• Num primeiro momento o professor deve conversar de forma informal sobre cada parte do corpo: boca, nariz, orelhas, braços, mãos, tronco, pernas, pés... as chamadas partes corporais.
Para que servem? – O professor deve provocar as crianças com esta pergunta para cada parte do corpo que for citada.

• Deixar que os alunos se expressem livremente, fazendo as devidas colocações e orientações.

• Conversar sobre as partes corporais no corpo do amigo, percebendo as semelhanças e as diferenças que elas tem : Somos todos iguais???

• Ao fim da conversa sugerimos o trabalho com as músicas que falem do nosso corpo e suas partes:



1 – Samba Quente:

Música instrumental com sons de percussão onde o aluno obedece à “ordem” do professor para mexer determinada parte do seu corpo individualmente começando pela cabeça até chegar aos pés, em seguida o corpo todo no sem sair do lugar e depois o corpo todo pelo espaço.




2 – Samba Quente Diferente:

Ainda com a música instrum
ental faremos uma variação da atividade onde os alunos se colocarão em duplas e agora não mais mexerão nos seus corpos, mas a cada “ordem” do professor ele tocará o corpo do seu coleguinha.

3 - Eu vi




Eu vi, eu vi um jacaré, será que ele queria pegar o meu pé?
Eu vi, eu vi uma formiga, será que ela queria pegar minha barriga?
Eu vi, eu vi um leão, será que ele queria pegar a minha mão?
Eu vi, eu vi uma coelha, será que ela queria pegar a minha orelha?
Eu vi, eu vi um camelo, será que ele queria pegar o meu cabelo?
Eu vi, eu um coelho, será que ele queria pegar o meu joelho?
Eu vi, eu um piolho, será que ele queria pegar o meu olho?
Eu vi, eu vi uma perdiz, será que ela queria pegar o meu nariz?

• Cantar a música dramatizando-a;
• Em duplas, pegar no corpo do coleguinha
• Em circulo, pegar no corpo de qualquer coleguinha



4 - Eu Sou Diferente de Você





Percebendo as diferenças, ensinar aos alunos a música “Você vai gostar de mim” e dramatizá-la livremente. Em seguida entregar a cada um, uma folha sulfite onde eles escolherão um coleguinha da sala para desenhar.

Tem gente que é loirinha pra valer
Tem gente com o cabelo de cachinho
Tem gente que parece que só faz crescer...
Tem gente que é chamada de baxinho .
Eu sou diferente de você
Você é diferente de mim
Eu sou diferente de você
E mesmo assim,
Você vai gostar de mim...
Tem gente que não pode ver você
Tem gente que tem olho puxadinho
Tem gente que usa as mãos pra se mover
E tem quem mova mundo por mim...
Eu sou diferente de você
Você é diferente de mim
Eu sou diferente de você
E mesmo assim,
Você vai gostar de mim...
Tem gente tão fina que nem se vê
Tem sempre um que é o mais gordinho
Tem gente com degraus pra vencer
E só depende de um empurrãozinho...
Tem gente que vai te surpreender
Parece que a alegria não tem fim
Tem gente com encanto pra viver
É gente com o pó de pilim-pim-pim...
Eu sou diferente de você
Você é diferente de mim
Eu sou diferente de você
E mesmo assim,
Você vai gostar de mim...

5 – Copercussão:

Em circulo, alunos vão tocar em seus corpos ao som da música Copercussão, cantando e dançando conforme o que sugere a letra da música.

Desenvolvimento:
Mãos em concha subindo do tornozelo até os quadris duas vezes contando até 8.
Barriga, barriga, eu gosto de você, mas vou ficar zangada se você crescer. (2x)
Reco reco nas costelas, percussão com os dedos no externo (fazendo sons com a boca)
Esquentar as mãozinhas esfregando uma na outra, e com os polegares pegar o colega que esta do seu lado direito, dos ombros até os tornozelos.

7 - Massagem Divertida...

Com uma música suave, pedir aos alunos que formem duplas para massagear o corpo do seu coleguinha, o que vai possibilitar a ele conhecer e entrar em contato com o corpo do outro.


6 - Relaxamento...
Aproveitar a excelente fase da cantora e apresentadora Xuxa e do estímulo que provoca nas crianças, concluir com o relaxamento da música: Feche os olhos – Do CD Xuxa só para baixinhos 2.

7 – Esticar...
Com a música “Esticar” alongar as partes corporais conforme o que a música sugere


Auto-retrato:

Objetivo:
• Explorar a forma corporal como veículo de mobilização da fantasia e da criação.

Desenvolvimento:

• Num segundo momento organizar a turma em trios e propor a brincadeira do “João Bobo” – Em que um aluno fica no centro com o corpo rígido deixando-se movimentar para frente e para trás pelos dois colegas.
• Numa segunda brincadeira, ainda nos trios, propor que um aluno seja uma “marionete”- deixando os outros dois colegas manipularem seu corpo, adaptando-o a diferentes posições, de acordo com situações ou sentimentos que queiram expressar. Sugerir que revezem dentro do grupo de três.
• Numa terceira brincadeira o professor deve orientar, com uma música clássica ao fundo, que os alunos, de olhos fechados, toquem cada parte do corpo: cabeça, cabelos, rosto, braços, mãos, pernas, pés, barriga etc.
• Em seguida, os alunos escolherão uma menina e um menino para que se deitem em uma folha grande o suficiente para que a professora ou os colegas contornem o perfil dos seus corpos;
• Com os perfis contornados os alunos deverão completar a figura do corpo acrescentando detalhes que os identifiquem;
• É interessante que tenha um espelho grande, onde o aluno consiga se ver inteiro e observe cada detalhe antes de desenhar;
• Concluir com a montagem de um mural com os auto-retratos do tamanho natural dos alunos escolhidos.


Dentro da Sala de Aula:

1- Desenhando o nosso corpo

organizar com os alunos atividades onde eles possam estar vendo gravuras, pinturas e desenhos sobre o corpo e suas partes corporais, podendo pintar e nomeá-las

2 - Nosso corpo dividido

Dividir a sala em seis grupos. Cada grupo receberá do professor uma folha sulfite e lápis de cor . Os grupos deverão desenhar em apenas 10 minutos uma das partes do corpo humano indicadas a seguir : 1º grupo: cabeça e pescoço; 2º grupo : tronco; 3º grupo: braço direito; 4º grupo: braço esquerdo; 5º grupo: perna direita; 6º grupo: perna esquerda. Finalizada a tarefa, um representante de cada grupo deverá se levantar e colar com fita crepe num painel as partes desenhadas compondo o corpo humano num todo.

Se meu corpo falasse...

Ler de maneira lúdica e agradável um ou mais livros da coleção CORPIM de Ziraldo.
• Comentar com os alunos o tema principal dos livros: As partes do corpo e seus sentimentos, pensamentos, ações, ideais e planos futuros.
• Propor aos alunos que imaginando a voz de cada parte do corpo respondam perguntas como: Se o nariz falasse, o que ele diria?
E o dente cariado? E os seus pés depois de você andar muito? E a barriga quando você come demais?
• Após esta etapa, quando o grupo estiver bastante incentivado pedir que as crianças façam perguntas para as partes do corpo dos amigos.
.
Em um segundo momento o professor deve propor que a turma divida-se em grupos monte os quebra-cabeças das partes do corpo.
Anexo 3

Deixar que os alunos montem e desmontem enquanto houver interesse.

É interessante apresentar um cartaz com as partes do corpo e deixar fixo na sala de aula.

Montar bonecos articulados com as crianças, fazendo-as pintar, e deixar que brinquem a vontade por algum tempo.

3 comentários:

  1. Perfeitoooooooooooo! Amei , quero ser criativa assim.

    ResponderExcluir
  2. Adorei!

    De quém é essa Música "Copercussão"?
    Obrigada

    ResponderExcluir